quarta-feira, 1 de julho de 2009

Eu sou poeta e não aprendi a amar

Primeiro de Julho
Eu vejo que aprendi
O quanto te ensinei
E é nos teus braços que ele vai saber
Não há por que voltar
Não penso em te seguir
Não quero mais a tua insensatez
O que fazes sem pensar aprendeste do olhar
E das palavras que guardei pra ti
Ninguém sabia e nínguém viu...
Que eu estava ao teu lado então...

Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher

Minha mãe e minha filha,Minha irmã, minha menina

Mas sou minha, só minha e não de quem quiser

Sou Deus, tua Deusa, meu amor....

Um comentário:

. andressaferraz . disse...

.

essa música acerta bem dentro do peito.
quero café da manhã!

.