segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

after ventus


São muitas as coisas para fazer, mas nada me interessa.

Nada me mobiliza e nem me comove
O sol é de rachar lá fora, mas o que eu sinto é frio.

Vento invisível soprando forte em minha cara.
Retorno do meu oposto e caio cansada ao chão.
Nada me interessa.
A não ser...


Esse gosto amargo de dor e solidão

Bruma de morte

Enevoando tudo.

3 comentários:

rafa(eu) disse...

Olá. Fico feliz em saber q as minhas manifestações "bloguísticas" te alcançam como as suas a mim. Postei "Dependência" pra ver se vc gosta, quero saber.

. andressa ferraz . disse...

.

esse frio faz parte da gente.
são as inquietações de nunca aceitar o mínimo.
sbendo que existe o mundo!

voei...

.

aeronauta disse...

Obrigada pela visita ao aeronauta. Seu blogue é muito bonito. Voltarei mais vezes!