terça-feira, 28 de abril de 2009

Silêncio


Acho engraçado você ficar sem graça
Acho confortante o teu sorriso que me diz:
Paciência!


Acho interessante sua memória prodigiosa e seu jeito único
De contar o tempo

Acho comoventes as lembranças que se desenham em seu olhar
Quando me vês.

Acho envolvente o passeio de suas mãos macias nas minhas
Acho interessante o modo ímpar como nos encontramos
E nos dizemos tantas coisas

Em silêncio.

Um comentário:

. andressaferraz . disse...

.

queria ter sido eu a escrever estas palavras.

.